O absoluto dos meus dias

Publicado por: Pe. Fábio de Melo, em 8 ago 2016

O absoluto dos meus dias

Não tenho nada que me prove a existência de Deus,
Mas mesmo assim ele continua sendo
O absoluto dos meus dias.
Nunca choveu maná no quintal de minha casa
E a imagem que tenho da Virgem Maria
Nunca derramou uma lágrima.
O que tenho aqui é esta mão machucada,
Este dedo sangrando,
Este nó na garganta,
Este humano desconsolo,
Esta dor,
Esta cor,
E este olhar desconcertante de Deus,
Deixando-me sem jeito,
Ao dizer que me ama.

Fonte: http://www.fabiodemelo.com.br/o-absoluto-dos-meus-dias/


Postagens mais visitadas deste blog

Frases - Padre Fábio de Melo

A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente...