Pular para o conteúdo principal

Tom de Minas


Tom de Minas é um álbum do brasileiro Fábio de Melo, lançado em 2004. Contém doze faixas, incluindo a faixa título, Tom de Minas e a faixa "Contrários" que foi gravada juntamente com o cantor e compositor mineiro Paulinho Pedra Azul, fazendo parte do vocal na sétima faixa do CD. Neste álbum, Fábio de Melo exalta as belezas de sua terra natal, as memórias familiares, a religiosidade, especialmente através da contemplação da natureza e dos milagres cotidianos, homenagendo também,com uma linguagem muito próxima à deles, os poetas e músicos que o inspiraram, como Milton Nascimento e os demais membros do Clube da Esquina, além de citar pessoas importantes em sua formação familiar e cristã, a exemplo a escritora e poetisa mineira Adélia Prado.


    "Estrada Real"
    "Tom de Minas"
    "Gerais das Montanhas"
    "Aventurando"
    "Humana Voz de Deus"
    "Fluência"
    "Contrários"
    "Ausência"
    "Areias do Meu Lugar"
    "Marcas na Alma"
    "Lindas Tardes"
    "Ciranda"

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Tom_de_Minas

Postagens mais visitadas deste blog

Frases - Padre Fábio de Melo

A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos. 
Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.
O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que n'Ele havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.
Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito. Padre Fábio de Melo

A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente...

A maior prisão que podemos ter na vida é aquela quando a gente descobre que estamos sendo não aquilo que somos, mas o que o outro gostaria que fôssemos. 
Geralmente quando a gente começa a viver muito em torno do que o outro gostaria que a gente fosse, é que a gente tá muito mais preocupado com o que o outro acha sobre nós, do que necessariamente nós sabemos sobre nós mesmos.
O que me seduz em Jesus é quando eu descubro que n'Ele havia uma capacidade imensa de olhar dentro dos olhos e fazer que aquele que era olhado reconhecer-se plenamente e olhar-se com sinceridade.
Durante muito tempo eu fiquei preocupado com o que os outros achavam ao meu respeito. Mas hoje, o que os outros acham de mim muito pouco me importa [a não ser que sejam pessoas que me amam], porque a minha salvação não depende do que os outros acham de mim, mas do que Deus sabe ao meu respeito.

TEM DIA QUE A GENTE PÕE VÍRGULA, TEM DIA...

TEM DIA QUE A GENTE  PÕE VÍRGULA, TEM  DIA QUE  COLOCAMOS RETICÊNCIAS,  TEM DIA QUE COLOCAMOS PONTO FINAL.  E TEM DIA QUE  TEMOS A NECESSIDADE DE VIRAR A PÁGINA.